• Roberta Cechin Feltes

Aproveitamento passivo dos recursos naturais


O aproveitamento passivo dos recursos naturais presentes no local é outro item importante a ser observado para se obter uma construção mais sustentável. A observação da orientação solar, dos ventos dominantes e vegetação na hora de definir a implantação da obra é um fator decisivo para o futuro da edificação. A escolha errada pode comprometer o seu conforto térmico e uso energético.

No que se refere a orientação solar, como estamos no hemisfério sul, o sol nasce no leste e se põe no oeste, sendo orientado pelo norte. Edificações com orientação solar ruim acabam gerando desconforto térmico e acústico para os seus usuários, bem como prejuízos ao meio ambiente, prejudicando a sustentabilidade da edificação.

A observação da direção das correntes, velocidade média e massas de ar incidentes no projeto e o aproveitamento da ventilação natural como elemento de refrigeração para os ambientes minimiza o uso de aparelhos elétricos para refrigerar os ambientes, além de trazer um maior conforto térmico para os seus usuários.

A vegetação natural e nativa pode ser utilizada tanto como elemento de filtragem dos efluentes líquidos do solo, elemento de filtragem dos raios solares, além de preservar o bioma natural do ambiente, trazendo assim menos impactos para o meio-ambiente e mais sustentabilidade para a edificação. A manutenção da cobertura vegetal existente previne possíveis erosões e auxilia na drenagem natural do terreno, além de preservar os nutrientes do solo. Pense nisso! Pense, planeje e construa certo!!

#sustentabilidade #ciclodevida #edificação #arquitetura

308 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo